Blog JambuLabs

Artigos autorais da Jambu Tecnologia

As diferenças entre Metodologias Tradicional e Ágeis

As diferenças entre Metodologias Tradicional e Ágeis

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A gestão de projetos se tornou uma ferramenta crucial no ambiente de trabalho nas últimas décadas. A atenção à qualidade do produto ou serviço não pode ser sacrificada para cumprir um prazo pré-determinado, e a demanda precisa sempre estar de acordo com as necessidades do público ou cliente, especialmente quando se trata de desenvolvimento de software.

Várias formas de organizar projetos em empresas foram sendo desenvolvidas com o passar dos anos, e cada metodologia tem suas vantagens e desvantagens no mercado. É comum se referir a essas metodologias de trabalho como Tradicional e Ágeis.

A metodologia tradicional é um formato rígido e estruturado, focado na entrega do produto. Também chamada de modelo cascata ou sequencial, o projeto não pode desviar do escopo e nem do orçamento inicial, pois uma etapa de produção não pode iniciar até que a anterior não esteja concluída. O produto só é avaliado na etapa de entrega, e isso pode gerar problemas caso as necessidades do cliente mudem.

O modelo tradicional pode ser usado em projetos cujo escopo é muito bem definido; o cliente necessita de um produto específico e ele receberá tal produto no final do projeto. Essa rigidez facilita o produção quando um o cliente necessita de um produto muito específico, e quando a equipe do projeto não está acostumada com outras métodos de trabalho em grupo.

A metodologia de trabalho precisa ser focada em um produto que se adequa às constantes mudanças no mercado da era digital. Por esse motivo, surgiram várias metodologias de trabalho que focam na funcionalidade, otimização do tempo de trabalho e colaboração com o cliente. Esses são as chamadas metodologias ágeis. As metodologias ágeis não se focam somente na velocidade do projeto, mas sim nos quatro princípios destacados no manifesto ágil (agile manifesto):

  • Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas

  • Software em funcionamento mais que documentação abrangente

  • Colaboração com o cliente mais que negociação de contrato

  • Responder a mudanças mais que seguir um plano

Com um cronograma estabelecido, cada ciclo do projeto é executado e avaliado para avaliar o desempenho da equipe e consertar possíveis falhas ou se adaptar para situações não-planejadas. A flexibilidade e a comunicação dos modelos ágeis garantem que o cliente sempre tenha um produto funcional em mãos durante cada etapa do projeto, que vai sendo aprimorado até chegar na versão ideal.

É comum uma comparação onde a metodologia tradicional equivale à uma viagem de trem, e as metodologias ágeis equivalem a uma viagem de barco: o trem possui uma rota determinada pela estrada de ferro, com paradas pré-determinadas ao caminho do destino final, enquanto o barco possui um ponto de partida e um ponto de chegada, mas a rota específica não é 100% determinada, ela varia de acordo com as condições da viagem.

Existem muitos modelos de projetos ágeis, e nesta série de reportagens vamos falar das mais famosas mais detalhadamente no futuro, como Scrum, Lean, FDD, Kanban e XP. Até a próxima!


© 2021 Jambu Tecnologia. Todos os direitos reservados.
Produzido por Jambu Tecnologia.